Categoria suspende o movimento e agenda nova assembleia para o dia 15

0

Agentes de Execução Penal do Distrito Federal realizaram assembleia geral em frente ao Palácio do Buriti nesta quinta-feira (3), reivindicando o cumprimento do acordo firmado pelo governo na mesa de negociação. A mobilização, que começou às 10h, estendeu-se até a tarde, finalizando com a aprovação da proposta de suspender o movimento e aguardar uma reunião com o governo agendada para 11 de outubro.

A proposta se deu, após o Sindpen ser convidado para uma reunião na Secretaria de Relações Institucionais, onde foi recebido pelo secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, e o subsecretário de Articulação Social e do Trabalho, Valteni José de Souza. No entendimento, o SSP ficou de conferir a viabilidade do pagamento da periculosidade para novembro e dezembro e retornar com uma resposta no próximo dia 11. Também ficou firmado que não haveria perseguições nas unidades, nem sindicâncias ou processos administrativos, e que todos os serviços seriam normalizados a partir desta sexta (4). Na questão da reposição das visitas, o Secretário de Segurança Pública se comprometeu de sentar e negociar com o sindicato.

Para o presidente do sindicato, a assembleia agiu acertadamente. “A categoria votou de forma madura, reconhecendo todo o esforço que o secretário de Segurança Pública tem feito para ajudar na negociação. Vamos dar mais esse voto de confiança ao governo e aguardar a próxima reunião. O movimento está apenas suspenso”, disse.

Uma nova assembleia ficou agendada para o dia 15, na entrada do Complexo Penitenciário da Papuda.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Faça seu comentário, deixe sua impressão. Essa inteiração é muito importante para nós!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta instituição.

EnglishPortugueseSpanish
Skip to content