Inteligência policial foi tema de debate no Sindpen

1

Na manhã desta sexta-feira (31), o grupo de trabalho composto pela categoria para debater a regulamentação da Polícia Penal no Distrito Federal realizou sua sexta rodada de discussões. Os participantes deliberaram sobre qual o melhor modelo de inteligência policial para a carreira.

Estiveram presentes à reunião, o presidente do Sindpen, Paulo Rogério, presidente-adjunto, Aldon Moreira, e os policiais penais Gustavo Alexim, Henrique Paulo de Souza, Thadeu Moreira de Araújo, Matheus Freitas Amaral Oliveira e Claudine Madureira.

 O GT da categoria foi criado pelo sindicato para alicerçar o Grupo de Trabalho oficial do governo, responsável por compor o projeto de lei com as normas e diretrizes da carreira de policial penal no DF.

O presidente do Sindpen, Paulo Rogério, que também preside o GT, afirma que as contribuições apresentadas nas reuniões – e que são frutos de consenso – são consideradas e levadas à mesa de negociação com o governo.

“Ninguém melhor que os próprios policiais penais para saber o que deve ser incluído ou retirado do texto da regulamentação. Só quem conhece o dia a dia das penitenciárias do DF, que acompanha de perto aquela rotina estressante e que faz o máximo com o mínimo que lhe é disponibilizado, tem propriedade para dizer o que é melhor ou pior para nossa carreira”, finalizou.

1 comentário
  1. Policial Penal do Distrito Federal Diz

    👏 . . . .Parabéns

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Faça seu comentário, deixe sua impressão. Essa inteiração é muito importante para nós!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta instituição.

EnglishPortugueseSpanish
Skip to content