Polícia Penal participa de lockdown nacional da Segurança Pública

0

A Polícia Penal do Distrito Federal participou do lockdown nacional da Segurança Pública que ocorreu simultaneamente em todo o país, entre às 15h e 16h desta segunda-feira (22/3). O ato foi organizado pela União dos Policiais do Brasil (UPB), após a carreata da última quarta-feira (17/3), que saiu do estacionamento do Estádio Mané Garrincha até a Esplanada dos Ministérios, com mais de 1,5 mil veículos.

A mobilização tem como objetivo mostrar a indignação dos profissionais da Segurança Pública, que têm sido sacrificados nas reformas já ocorridas e em pauta no Congresso Nacional: a Reforma da Previdência, a PEC Emergencial 186/19, e a Reforma Administrativa com a PEC 32/20 que já se encontra na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. 

“Toda a Segurança Pública tem sofrido com as reformas que já foram aprovadas ou que ainda estão em pauta no Congresso Nacional. Nossos atos são uma forma de mostrar que estamos cientes do que está ocorrendo e que vamos continuar resistindo. A última pauta em tramitação é a Reforma Administrativa, a qual anuncia a retirada de direitos e garantias, há muito tempo já conquistadas pela segurança pública. A PEC 32/20 poderá trazer o fim da estabilidade e o desmonte do serviço público”, destaca Paulo Rogério, presidente do Sindicato dos Policiais Penais do DF (Sindpol-DF).

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Faça seu comentário, deixe sua impressão. Essa inteiração é muito importante para nós!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta instituição.

EnglishPortugueseSpanish
Skip to content