SINDPOL-DF toma posse em Conselho Distrital de Segurança Pública

0

O presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Distrito Federal (SINDPOL-DF), Paulo Rogério, e o presidente adjunto, Aldon Moreira, tomaram posse como representantes da polícia penal do Distrito Federal no Conselho Distrital de Segurança Pública (CONDISP), na tarde desta sexta-feira (28/5), em sessão online. Além da posse no conselho, os presidentes também foram escolhidos pelos conselheiros para ocuparem assento no Conselho de Ética do CONDISP. 

O presidente do sindicato, Paulo Rogério, assumiu assento do Conselho de Ética destinado a entidades representativas de classes que compõem o CONDISP. O presidente adjunto, Aldon Moreira, foi nomeado como suplente.

Dentre os pontos contidos na pauta da sessão estava a composição do Conselho de Ética do CONDISP, o qual ficou composto pelo presidente Paulo Rogério; pelo coronel e subsecretário da Defesa Civil, Alan Alexandre Araújo; e pela doutora Cristina Maria Zackseski, docente da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (UnB). 

“É com muita honra que assumimos mais essa responsabilidade de ocupar esse espaço tão importante dentro do Conselho Distrital de Segurança Pública. Nossa missão junto ao CONDISP, além de demonstrar a importância da Polícia Penal dentro ciclo da segurança pública, será para contribuir com propostas voltadas ao combate da criminalidade, visando uma oferta de segurança pública cada vez mais eficiente, capaz de atender aos anseios da sociedade brasiliense”, afirma o presidente do SINDPOL-DF, Paulo Rogério. 

Entre as pautas discutidas nesta reunião, houve a deliberação para que uma parte da verba do CONDISP seja destinada a academias voltadas aos policiais penais do Distrito Federal, com objetivo de que estes profissionais possam ter acesso ao aprimoramento do condicionamento físico. 

O CONDISP

O Conselho Distrital de Segurança Pública é o órgão responsável pela realização de estudos e ações com o objetivo de aumentar a eficiência na execução da política distrital de segurança pública, e na prevenção e repressão da violência e criminalidade. Ao todo, o conselho é composto por 14 cadeiras, sendo que um novo processo seletivo será aberto para compor seis cargos que ainda não foram preenchidos.   

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Faça seu comentário, deixe sua impressão. Essa inteiração é muito importante para nós!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta instituição.

EnglishPortugueseSpanish
Skip to content